Pequenos erros em procedimentos, mesmo que imperceptíveis, podem levar maior risco tanto para os médicos radiologistas quanto para os pacientes.

Embora hoje os serviços de radiologia sejam comuns, não são simples de gerir, visto as diversas características que os cercam. Existe uma infinidade de detalhes importantes quando estamos trabalhando com radiação ionizante, por exemplo. E isso, não pode ser deixado de lado. 

Dessa forma, diversos protocolos foram desenvolvidos para garantir a segurança do procedimento, sem deixar de lado a qualidade do serviço. 

Em síntese, tudo dentro de um ambiente onde a radiação ionizante será operada deve estar dentro das normas regulamentadas.

A importância dos protocolos em radiologia

Todo serviço possui uma forma correta de ser realizado. E, em comparação com a correta, qualquer outra maneira será menos eficiente.

Além disso, se o serviço não estiver sendo realizado corretamente, é possível que a saúde dos pacientes esteja sendo colocada sob maior risco desnecessariamente.

Muitos podem pensar, erroneamente, que uma dose acima da protocolar não é um problema dentro dos serviços de radiologia. De fato, se o paciente tomar apenas uma dose de radiação a mais, talvez este não tenha problema. Mas, e os trabalhadores, técnicos de radiologia e médicos radiologistas, que estão sempre próximos a radiação?

Devemos lembrar que eles também recebem uma parcela da dose aplicada. Aliás, irão receber essa dose extra por anos. E como a radiação é cumulativa, sofrerão muito mais com seus efeitos do que o previsto.

Outros fatores técnicos a serem considerados: 

  • A não calibração correta da máquina radiológica, gera resultados insatisfatórios;
  • A carga energética dos fótons tem relação direta com a visibilidade em “chapas” de raio x. Isto é, cargas energéticas muito altas ou muito baixas geram uma menor visibilidade.

Este é o motivo de sempre seguirmos os protocolos: eles nos dizem como devemos calibrar e testar o feixe antes da exposição.

O papel dos médicos radiologistas bem qualificados dentro da clínica

Como vimos no tópico anterior, seguir os protocolos de radiologia é vital para o bom funcionamento do serviço prestado.

Desta forma, a presença dos médicos radiologistas bem qualificados dentro da clínica é indispensável para que tudo ocorra de forma correta. Isso evita problemas triviais, tais como erros de protocolo de dose, administração de contraste, posicionamento de paciente, orientação quanto a incidências / séries adicionais de imagens em relação a determinada patologia, dentre outros.

Médicos radiologistas com boas qualificações conhecem muito bem os protocolos de radiologia. Ele sempre procura segui-los à risca, garantindo assim uma boa qualidade do serviço, bem como a segurança dos trabalhadores e dos pacientes.

Faça um teste gratuito!

Preencha seus dados no formulário abaixo e entraremos em contato.

Nome

Telefone

E-mail

Nome do serviço de Radiologia